jump to navigation

I Am Alive – Promessa é dívida (e eu tô devendo!) 30/08/2012

Posted by Dudo in Uncategorized.
add a comment

Pra vocês que acharam que eu tinha sumido, olha eu aí de novo! E pra falar de um jogo-promessa (aqueles que você escuta as pessoas comentarem sobre, mas que nunca chega): I AM ALIVE!

I Am Alive é um survivor horror game que vinha sendo pensado há muito tempo. Explico: ele começou a ser desenvolvido em 2003 pela Darkworks (que nos deu jogos como Alone in the Dark: The New Nightmare Cold Fear) e com esse status, ficou até 2008 (devido a diversos delays), quando surgiram rumores de que Jade Raymond (produtor de Assassin’s Creed) estava “trabalhando num jogo novo”, o que foi desmentido. Então, veio a Darkworks e disse que cancelaria a produção de I Am Alive, e que ela seria continuada pela Ubisoft Shangai (braço da Ubisoft responsável pela série Tom Clancy).

Mais atrasos de desenvolvimento e lançamento pela Ubisoft, e a notícia do CEO da Ubisoft de que eles estavam praticamente “refazendo o produto” criaram expectativas. O jogo, que já prometia em 2008, seria um estouro, ou uma decepção. Eis que, em 2012, chega, exclusivamente, na Xbox Live e na PSN essa grande promessa do mundo gamer, para todos conferirem e se deleitarem!

Nos esgotos de Haventon, encontramos algo pior que jacarés…

A premissa do jogo é ótima: pouco mais de um ano após O Evento (e é apenas assim que ele é referenciado no game), que foi uma série de eventos cataclísmicos que culminaram na destruição de boa parte do mundo que conhecemos, o nosso protagonista volta à cidade de Haventon para procurar sua esposa e filha, com as quais ele não tem contato desde o caos. A cidade está completamente destruída, e tudo o que ele quer é achar sua família e dar o fora, para tentarem sobreviver. E a história é, basicamente, sobreviver.

Como em qualquer mundo pós-apocalíptico, os recursos são MEGA escassos (como água, comida e munição), e tudo o que se faz é baseado na sua stamina, o que dá um toque de ‘suspense ao jogo, visto que a sua barra de stamina é um fator muito delimitador. Tudo muito bom, tudo muito bem, mas… é aí que a parte boa termina.

Infelizmente, o que se vê em I Am Alive é um jogo de 2008 sendo lançado em 2012. Muitos dos que estão lendo devem estar pensando “ah, mas é um jogo de download, ele não tem como ser excelente graficamente”. Aí lembro vocês que Journey existe, e peço para que vocês repensem seus argumentos.

Gráficos: o verdadeiro horror desse jogo

Queiram ou não, amigos, estamos em 2012. A era dos belos gráficos, da proximidade com o real. E I Am Alive destoa do bando.. os gráficos são feios, tanto quanto a renderização dos personagens quanto o ambiente. Cadê a reformulação que a Ubisoft disse que fez? 9 anos pra fazer um jogo, e entregam algo que parou no tempo

Outra decepção foram com as animações (como quando você mata um inimigo). REPETIDAS. Nem pra fazer uma variação de câmera, ou até mesmo um efeito diferente. A renderização de sangue é fraca, e o truque de blur no cenário (por não conseguir renderizar tudo) é barato.

Dois pontos que eu senti falta (principalmente considerando a onda dos jogos atuais): um gameplay mais longo (terminei a história em cerca de 5h) e OST. A sonoplastia é ótima, quando se trata de sons ambientes, mas senti falta de umas músicas durante alguns momentos do jogo, pra dar um ar de tensão maior. Mas não é tão preocupante, visto que o jogo pesa quase 2GB (levíssimo) e está com um preço ótimo (R$ 30,99 na PSN Brasil e 1200 créditos na Live).

CONCLUSÃO FINAL:

Jogo interessante. A história é bem diferente dos survivors do mercado atual (zumbis) e é bem interessante. Mas merecia um esmero melhor. PORRA, UBISOFT!

PONTOS POSITIVOS:

  • Preço justo;
  • História muito boa/ gameplay interessante;
  • Gerenciamento de recursos e limitações do personagem adicionam um desafio real ao jogo

PONTOS NEGATIVOS:

  • Gameplay curto (como quase qualquer outro jogo exclusivo de download);
  • Gráficos mal-trabalhados para sua época de lançamento;
  • Personagens não tão cativantes;
  • Cadê o horror desse survivor?

NOTA: 6.9/10

Não tem muito o que comentar: é um jogo rápido, bem pensado, mas mal executado. Ainda assim, obteve bons índices de venda. Se tiver de bobeira, dê uma conferida.

Anúncios